Histórico da Associação dos Cabos e Soldados da Polícia Militar e Bombeiro Militar

A Associação dos Cabos e Soldados da Polícia Militar e Bombeiro Militar do Estado de Goiás (ACS) foi criada em abril de 1991, quando um grupo de militares liderado por José Antônio de Melo fundou o Clube Social dos Cabos e Soldados da Polícia Militar do Estado de Goiás (CSCSPMGO)

Dois anos mais tarde, em Assembleia Geral Extraordinária, realizada em maio de 1993, o então Clube passou a se chamar Associação dos Cabos e Soldados da Policia Militar e Bombeiro Militar do Estado de Goiás, ACSPM/BMGO. Nascia, então, uma das mais conceituadas e atuantes entidades de defesa dos Praças (cabos e soldados) do País.

Desde o início de sua existência até os dias atuais, a ACS vem se consolidando e se transformado em uma das melhores estruturas classistas de Goiás, oferecendo vários serviços e assistência em diversas áreas visando a melhoria da qualidade de vida pessoal e profissional dos seus associados e familiares.

A ACS oferece aos seus membros serviços de ambulância, clube de lazer, consultórios odontológicos, assessoria jurídica, hotel de trânsito, entre outros benefícios. Além disso, a entidade é presença certa e indispensável nas lutas dos policiais militares e bombeiros militares goianos por melhores salários, promoções e condições dignas de trabalho.

A ACS vem sendo presidida pelo sargento Gilberto Cândido de Lima, líder classista que tem se destacado no cenário goiano e nacional graças a uma eficiente e intensa atuação na defesa dos direitos e interesses dos cabos e soldados PM/BM de Goiás e do Brasil.