Noticias   
     ::  O que a ACS oferece?
     ::  Histórico
     ::  Diretoria
     ::  Atualize-se
     ::  Notícias
     ::  Fale Conosco
     ::  Fotos
     ::  Pesquisar Associado
     ::  Links
     ::  Videos
     ::  Tornar-se Sócio
     ::  Ofícios
     ::  Página Inicial
 

Programa Ronda Policial 27 09 2014


 

 

Sefaz libera folha salarial de setembro na segunda

A Secretaria da Fazenda repassa nesta segunda-feira (29) recursos para os órgãos e Poderes pagarem a folha salarial do mês de setembro do funcionalismo estadual. Os servidores recebem os salários na terça-feira (30) nas agências bancárias.

Comunicação Setorial – Sefaz

 

 

SEGURANÇA PÚBLICA : Polícia Militar convoca aprovados no Concurso Público de 2012

26/09/2014
Os candidatos deverão entregar seus documentos na sede da CRH/3, situada na Av. Contorno, nº 879, Centro, até às 16h30 desta quinta-feira (25/09).
A Polícia Militar emitiu nota convocando os aprovados do Concurso Público 2012, que se encontram dentro do cadastro reserva 50%, para entrega de documentos para triagem.

Na lista, divulgada na manhã desta quinta-feira (25/09), aparecem 136 convocados que deverão entregar seus documentos na sede da CRH/3, situada na Av. Contorno, nº 879, Centro, até às 16h30 de hoje. 

De acordo com a PM, a sessão permanecerá aberta durante todo o dia, inclusive durante o horário do almoço.

Clique aqui e veja a relação dos convocados

Relação dos documentos necessários - 02 (duas) cópias autenticadas

01 - Documento de identidade
02 - CPF
03 - PIS/PASEP
04 - Certidão de Nascimento
05 - Título com comprovante da última votação
06 - Comprovante de Conclusão de Curso Superior reconhecido pelo MEC com histórico escolar
07 - Comprovante de Residência ou equivalente
08 - Declaração de comportamento no mínimo BOM, quando praça de corporação militar
09 - CNH
10 - Documento militar original - não precisa de cópias
11 - 03 (três) fotos 3 x 4 e uma 5 x 7

Fonte: Mais Goias

 

 

Atendimento Neonatal do CBMGO completa 13 anos de existência

Publicado25/09/2014- Atualizado em 26/09/2014
O serviço da Unidade de Terapia Intensiva Neonatal Móvel do Batalhão de Salvamento em Emergência -BSE do Corpo de Bombeiros completou este ano 13 anos de existência. A UTI Neonatal Móvel funciona 24 horas por dia, e tem uma média de 200 transportes realizados durante o ano.

O atendimento acontece quando o recém-nascido internado em um hospital necessita ser  transferido de uma unidade de cuidados especiais para outra. Muitas vezes, o transporte rápido e adequado é a única chance de sobrevivência dos bebês prematuros. O hospital solicitante disponibiliza médico e enfermeiro para acompanhar o transporte e estes posteriormente são levados de volta ao local de origem pela viatura.
Fonte: CBM-GO

 

 

Emissão de 2ª via do título pode ser feita até hoje

25/09/2014
Os eleitores que perderam o título de eleitor e precisam pedir a segunda via devem procurar o cartório eleitoral mais próximo hoje, último dia para a emissão do documento antes das eleições gerais do próximo dia 5 de outubro.
De acordo com o Código Eleitoral (artigo 52), a Justiça Eleitoral só pode emitir a segunda via do título de eleitor até 10 dias antes do pleito. Nas eleições deste ano, mais de 142 milhões de eleitores brasileiros vão escolher os novos presidente e vice da República e também os novos governadores, senadores, deputados federais, deputados estaduais ou deputados distritais.

Em 2009, a Lei 12.034 passou a exigir o título de eleitor e o documento com foto na hora de se identificar para votar. No entanto, o Supremo Tribunal Federal (STF) derrubou essa regra e o eleitor que souber a sua seção eleitoral, mas não tiver o título de eleitor, poderá votar apresentando apenas o documento com foto.
Porém, o título de eleitor é um documento importante para identificar o local de votação e a seção eleitoral, facilitando ao cidadão exercer o direito ao voto no dia de escolher seus representantes.

Os interessados em solicitar a reimpressão do título devem comparecer no cartório do seu município ou zona eleitoral e apresentar um documento oficial com foto. A nova via do título mantém as mesmas informações da via original e é impressa na mesma hora para o eleitor. No entanto, só pode pedir a reimpressão o eleitor que já tinha o título ou o solicitou até 7 de maio deste ano, data em que foi fechado o cadastro eleitoral para estas eleições.

Diário da Manhã

 

 

Polícias Civil e Militar com frota nova e ampliada

25/09/2014
Até o fim deste mês, as forças de segurança do Estado de Goiás estarão com suas frotas completamente renovadas – e ampliadas. As primeiras 700 viaturas foram entregues no dia 11, pela Secretaria de Segurança Pública, às polícias Militar, Civil e Técnico-Científica, além da Secretaria de Administração e Justiça. O investimento total é de cerca de R$ 110 milhões. Quando todas as entregas forem concluídas, a nova frota vai saltar de 1.909 veículos para 2.141.

Desde a semana passada, municípios goianos estão recebendo os novos veículos, entregues pela comitiva com o secretário de Segurança Pública, Joaquim Mesquita, o comandante-geral da Polícia Militar, coronel Sílvio Benedito Alves, e o delegado-geral da Polícia Civil, João Carlos Gorski. Ontem, foi a vez de Morrinhos e Goiatuba. Hoje, a comitiva segue para Jataí, Mineiros, Aragarças e Iporá. Anápolis e Iporá recebem os veículos amanhã. O cronograma de entregas prevê ainda a passagem por oito municípios.

Para o comandante-geral da Polícia Militar, coronel Sílvio Benedito Alves, a renovação da frota, com veículos mais potentes, aliada a outros investimentos realizados nos últimos anos nas áreas tecnológica e operacional, tem contribuído sensivelmente com o fortalecimento e a eficiência das ações da corporação em todo Estado.
A Polícia Militar está recebendo 1.381 das 2.141 novas viaturas. Boa parte está mais potente e mais adequada ao serviço. É o caso das viaturas urbanas. Parte da frota que era composta por modelos Gol 1.0 foi trocada por 643 Palio Weekend 1.4. Com carroceria maior, esses veículos terão espaço exclusivo para transporte de detentos.

“Dessa forma, os presos poderão ser transportados com maior dignidade”, explica o comandante-geral da PM. Grupamentos especiais, como Rotam, GPT e GT3, estão recebendo veículos tipo SUV, modelo Tucson. Outras 100 caminhonetes S10 também estão sendo incorporadas à frota, ampliando o trabalho de patrulhamento rural.  

Polícia Civil

Na Polícia Civil, além da renovação, está havendo também o incremento 110 viaturas. A frota passou de 450 para 560 veículos, entre Gol, SUV Tucson e caminhonetes S-10. De acordo com o diretor-geral da Polícia Civil, João Carlos Gorski, a distribuição dos veículos beneficiou de maneira significativa o interior, sobretudo na região do Entorno do Distrito Federal.

A regional do município de Luziânia, por exemplo, foi a que recebeu o maior número de viaturas, passando de 34 para 40. Em seguida, vêm Águas Lindas, de 20 para 25 carros, e Formosa, de 17 para 22 carros. Houve incremento também nas regionais de Catalão (de 10 para 18), Itumbiara (de 15 para 22), cidade de Goiás (de 12 para 19), Anápolis (de 31 para 38) e Aparecida de Goiânia (38 para 45).

Gorski explica que, em Goiânia, os veículos foram distribuídos com base em um cálculo por equipes, o que resultou em uma frota que atende satisfatoriamente às necessidades da corporação. Ao todo, a Capital recebeu 200 viaturas, das quais 89 ficaram com os 26 Distritos Policiais e 111 com as delegacias especializadas.
Locação viável 

Na ocasião da entrega dos novos 700 veículos, em Goiânia, no dia 11 de setembro, o secretário de Segurança Pública, Joaquim Mesquita, destacou o atual modelo de locação financeiramente mais viável para o Estado. Apesar de aumentar o número de veículos disponíveis às forças de segurança em quase 13%, o contrato com as quatro locadoras vencedoras da licitação ficou aproximadamente 10% mais barato. “A locação é mais vantajosa, todos os estudos de contratação apontam neste sentido”, confirma Mesquita.

Fonte: Diário da manhã

 

 

Veículos: Troca de placas não é obrigatória

13/09/2014

Ministério das Cidades afirma que motorista que já tiver placa refletiva pode colocar só o novo lacre

O Ministério das Cidades afirma que os motoristas goianos que já possuam em seus veículos placas de identificação dentro das normas do Conselho Nacional de Trânsito (Contran) não precisam fazer a substituição das mesmas quando o Departamento Estadual de Trânsito (Detran-GO) retomar o chamamento para a troca obrigatória, suspensa em julho deste ano após repercussão negativa na campanha do governador Marconi Perillo (PSDB). Oficialmente, o Detran-GO informou que o adiamento se deu por dificuldades em se atender a demanda no interior do Estado. A retomada do serviço está sendo estudada para o fim deste ano ou início do próximo. Todos os motoristas que ainda não estão com a placa nova serão convocados.

No caso, segundo o Ministério das Cidades, os motoristas poderão optar por substituir apenas o lacre antigo de chumbo pelo rastreável, em conformidade com portaria 272, de dezembro de 2007, do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran). O limite para implantação do item nos veículos, em substituição aos lacres de chumbo, era 2011, mas Goiás só começou a adotar o modelo em abril deste ano.

A resposta do Ministério das Cidades foi dada ao POPULAR na sexta-feira após solicitação feita por meio da Lei de Acesso à Informação (LAI, Lei Federal 12.527/2011) no dia 18 de agosto. Desde julho, a reportagem tem procurado a mesma resposta via assessoria de imprensa do Denatran, sem sucesso.
Por meio do serviço de acesso à informação do governo federal, O POPULAR questionou ao Ministério das Cidades: “Se o motorista já tiver a placa refletiva exigida nas resoluções do Contran, mas ainda tiver o lacre antigo de chumbo, ele pode só trocar o lacre de chumbo ou é obrigado a colocar uma nova placa?” O Denatran é um órgão vinculado ao Ministério das Cidades.

“Caso o motorista possua a placa refletiva em conformidade com as normas do Contran, poderão fazer a substituição apenas do lacre”, respondeu o Serviço de Informação ao Cidadão (SIC) do ministério.

Necessidade

O diretor de Operações do Detran-GO, coronel da PM Sebastião Vaz, informou que o órgão estadual tem autorização do Denatran para fazer a troca em todos os veículos e que a medida é necessária porque a placa que é expedida em Goiás desde abril vem com itens de segurança que não constam na placa que estava sendo fabricada anteriormente.
Ainda segundo ele, foi feita uma consulta em outros Estados antes de estabelecer um modelo que atendesse medidas de segurança. Além disso, o novo modelo de placa foi mostrado para o Denatran, que, segundo Vaz, teria autorizado sua expedição e implantação.
Em Goiás, apenas uma empresa é responsável pela fabricação e distribuição das placas semiacabadas, a Utsch Brasil, que com a obrigatoriedade da troca deve faturar em torno de R$ 368 milhões. Dos R$ 170 que custa um par de placas novas para carros, a Utsch fica com R$ 115, as 92 empresas responsáveis pela estampa dividem entre si R$ 50 e o Detran-GO fica com R$ 5.

O chamamento para a troca das placas foi feito em junho deste ano e iria começar a valer em setembro, conforme os motoristas fossem renovando o licenciamento dos veículos.
Até então apenas veículos novos ou transferidos estavam recebendo o novo modelo da placa. Com o chamamento, o Detran-GO acredita que cerca de 2,3 milhões de veículos teriam de trocar a placa, sem considerar os 30% dos proprietários de veículos inadimplentes.
O diretor do Detran-GO chegou a afirmar que no Rio de Janeiro e em São Paulo todos os veículos já estão com placas novas, mas nestes Estados, conforme O POPULAR mostrou em julho, não houve chamamento e a substituição foi sendo feita conforma a frota ia sendo renovada.
O coronel diz que esse processo, sem chamamento duraria em torno de três anos. Com o chamamento, duraria dez meses.

Definição

Já as placas refletivas são uma exigência do Contran desde 2011, em todos os veículos zero-quilômetro e a troca das placas pintadas pelas novas, mas somente quando houver a transferência de município de emplacamento ou a troca de categoria dos veículos.
De acordo com o Detran-GO, “nesses casos, a legislação já exigia o novo emplacamento, ou seja, não foi criada nenhuma nova demanda”.
O diretor de Operações do Detran-GO disse que mesmo com a resposta do Ministério das Cidades, o órgão estadual vai manter a decisão de trocar as placas, mesmo aqueles que estão com as placas refletivas. “Estamos dentro da legalidade”, garante.

De acordo com Vaz, após o chamamento, durante fiscalizações de rotina, o Detran-GO vai conferir se o veículo tem a placa em conformidade com o modelo adotado em Goiás, com código de barras e outros itens de segurança.Coronel Vaz diz que cerca de 400 mil veículos já devem estar circulando no Estado com o novo modelo de placa e o lacre rastreável.
Ontem, a assessoria de imprensa do Denatran atendeu ao telefonema do POPULAR e informou que o órgão não se manifestaria sobre a resposta do Ministério das Cidades. A Utsch Brasil também foi procurada, mas informou que só poderia se manifestar hoje.

Fonte: O Popular

 

 

Programa Ronda Policial 13.09.2014


 

 

CONVITE


 

 

Documento: Carteira de identidade passará a ser digital

19/09/2014
Custo total de implantação será de R$ 33,8 milhões. Início será apenas em situação emergencial

A antiga carteira de identidade emitida em Goiás passa a ser substituída, gradativamente, por um modelo de documento que tem como principais características a assinatura e a fotografia digitalizadas e as impressões digitais captadas por meio de leitor biométrico. O novo documento, considerado por especialistas como difícil de ser fraudado, passa a ser confeccionado a partir de segunda-feira, em projeto piloto desenvolvido exclusivamente na unidade do Vapt-Vupt de Campinas.

Inicialmente, a nova carteira de identidade será emitida apenas para as pessoas que estão em situações consideradas de urgência, entre as quais as que necessitam viajar ao exterior, tomar posse em concurso público e submeter-se a tratamento de saúde. A partir de fevereiro, o novo documento passa a ser disponibilizado nos cerca de 70 postos espalhados em unidades do Vapt-Vupt e em delegacias de polícia da capital e do interior para todos os cidadãos que necessitarem ou manifestarem interesse. O diretor do Instituto de Criminalística da Polícia Civil de Goiás, Eraldo Augusco, antecipa que o novo modelo será impresso tanto na primeira quanto na segunda via. Quem não quiser, não precisa trocar o antigo documento.

Biometria

A emissão da nova carteira de identidade integra o Programa Goiás Biométrico, uma iniciativa arrojada, que visa colocar o Estado em sintonia com o que há de mais moderno no Brasil e no mundo. Efetivado por um consórcio de empresas localizadas nos Estados de São Paulo, Distrito Federal e Mato Grosso do Sul, o programa exigirá do Estado investimentos da ordem de R$ 33,8 milhões. Eraldo Augusco informa que a nova carteira de identidade compõe apenas uma das ações do grande projeto.

O programa, conforme diz o diretor, também prevê a reforma da sede do Instituto de Criminalística, localizada no Centro; a aquisição de móveis e equipamentos para a instituição; o escaneamento e a digitalização de todo o acervo civil de Goiás, composto por cerca de 4 milhões de fichas.

Perícias

Atualmente, o acervo do Instituto de Identificação da Polícia Civil é acondicionado em pastas dispostas em armários. A digitalização de todo o material, conforme Eraldo Augusco, vai favorecer a realização das perícias e dar celeridade às investigações policiais. “Com a conclusão deste processo, a polícia terá condição de confrontar a impressão digital deixada em objetos, veículos e armas, entre outros, com as fichas digitalizadas e, assim, identificar em menor tempo possível o acusado do crime”, sublinha.

A nova carteira de identidade também será entregue em menor tempo ao cidadão. Atualmente, na capital o documento é impresso e disponibilizado num prazo de aproximadamente 15 dias. A partir da nova metodologia, será entregue em quatro dias. No interior, há a expectativa de o tempo de espera ser reduzido de um mês para dez dias. O diretor de Negócios da Biomática, uma das empresas que integram o consórcio, Fabrizio Vargas, informa que a metodologia pode ser utilizada pelo governo estadual para o aperfeiçoamento de outros serviços públicos, como cadastros de programas sociais e controle da folha de pagamento.

O sistema de biometria é implantado em 11 Estados. De acordo com Fabrizio Vargas, somente Goiás, Mato Grosso do Sul, Rio Grande do Sul e o Distrito Federal serão as únicas unidades a terem o sistema com capacidade para processamento civil e criminal.

Fonte: O Popular

 

 

   
 
Site desenvolvido por:
Rua 77 nº 145 CEP 74.055-090 Setor Central Goiânia - GO | Fone (62) 3212 5038 E-Mail - acs@acspmbmgo.com.br