ANERMB presente na comissão geral que trata do assassinato de policiais no Brasil

 

 

 

Na manhã do dia 04 de outubro o Sgt Gilberto Cândido de Lima Vice presidente da ANERMB Associação Nacional das Entidades Representativas Militares do Brasil , participa da Comissão Geral sobre Segurança Pública.
O debate partiu da iniciativa dos deputados do DEM Efraim Filho (PB), Alberto Fraga (DF) e Sóstenes Cavalcante (RJ).
A indicação para participação da ANERMB teve iniciativa do DeputadoMajor Rocha (AC).
Segundo os parlamentares, de janeiro de 2016 a julho de 2017, foram assassinados em todo o País cerca de 800 policiais. Só na cidade do Rio de Janeiro desde o início do ano, foram mortos mais de cem policiais.

“A onda de assassinatos de policiais militares por bandidos no Rio de Janeiro, longe de ser um fato isolado, é uma realidade presente, em maior ou menor grau, em todo o país”, afirma os deputados no requerimento em que pedem a realização da comissão geral.

Mortos de folga
De acordo com o 10ª Anuário Brasileiro de Segurança Pública, em 2015 foram mortos 358 policiais civis e militares em todo o País. Destes, apenas 91 estavam trabalhando.

“Em Caracas, na Venezuela, considerada a cidade mais violenta do mundo, com 130,5 mortos para cada 100 mil habitantes, 76 policiais foram assassinados em 2016”, comparam os parlamentares no requerimento.

Os deputados reclamam ainda da falta de prioridade para a segurança pública, do desaparelhamento das forças policiais e dos baixos salários.

Fonte : Câmara
Adaptações Sgt Denise

Confira as entrevistas:

Eder Mauro – Deputado Federal pelo Estado do Pará.

Major Olímpio – Deputado Federal pelo Estado de São Paulo. 

Sub Tenente Gonzaga – Deputado Federal pelo Estado de Minas Gerais

Gilberto Cândido de Lima – Vice – Presidente da ANERMB e Presidente da ACS

Deixe um comentário